quarta-feira, 19 de março de 2008

Poema Enjoadinho

 

Filhos…Filhos?
Melhor não tê-los!
Mas se não os temos
Como sabê-lo?
Se não os temos
Que de consulta
Quanto silêncio
Como o queremos!
Banho de mar
Diz que é um porrete…
Cônjuge voa
Transpõe o espaço
Engole água
Fica salgada
Se iodifica
Depois, que boa
Que morenaço
Que a esposa fica!
Resultado: filho.
E então começa
A aporrinhação:
Cocô está branco
Cocô está preto
Bebe amoníaco
Comeu botão.
Filho? Filhos
Melhor não tê-los
Noites de insônia
Cãs prematuras
Prantos convulsos
Meu Deus, salvai-o!
Filhos são o demo
Melhor não tê-los…
Mas se não os temos
Como sabê-los?
Como saber
Que macieza
Nos seus cabelos
Que cheiro morno
Na sua carne
Que gosto doce
Na sua boca!
Chupam gilete
Bebem xampu
Ateiam fogo
No quarteirão
Porém, que coisa
Que coisa louca
Que coisa linda
Que os filhos são!

(Antologia Poética) de Vinícios de Moraes

Fotografia: Rarindra Prakarsa

8 comentários:

Carminda Pinho disse...

Poema muito bonito do Vinícius dedicado aos filhos.
Eles são tudo... para quem os tem.

Beijos

Sophiamar disse...

Um poema lindo, dedicado aos filhos no dia do pai.Poucos s�o os pais que n�o ficam felizes com os filhos embora o povo diga que quem tem filhos tem cadilhos.

Um beij�o, amiga, no Dia do Pai, apesar de , para mim, s�-lo todos os dias.

Isabel-F. disse...

Não conhecia ... mas ao ler ... reconheci Vinicios ...


beijinhos

peciscas disse...

Apesar de tudo isso e de muito mais, o melhor é mesmo tê-los. Cá por mim não estou nada arrependido. Só gostaria era de ter tido mais do que um...

Meg disse...

Anamarta,

Para mim que ou mãe, não posso imaginar a vida de um casal sem filhos.E o pior é pensar muito nisso.

Uma boa Páscoa e um abraço

Ludo Rex disse...

Passei para lhe desejar Boa Páscoa e Até Já!

Isabel-F. disse...

Venho desejar-te uma Santa e Feliz Páscoa.

Beijinhos

Mocho-Real disse...

PARECE QUE HOJE O VINICIUS SAIU MUITO À RUA. Mas é natural, nesta quadra um poeta do amor como ele fica muito bem.

Um abraço.
Jorge G.