terça-feira, 12 de agosto de 2008

Solidão vista pelo Chico Buarque
















Solidão não é falta de gente para conversar, namorar ou fazer sexo…
Isto é carência.

Solidão não é os sentimentos que experimentamos pela ausência
de entes queridos que não podem mais voltar…
Isto é saudade.

Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe,
ás vezes para realinhar os pensamentos…
Isto é equilíbrio.

Solidão não é o claustro voluntário que o destino nos impõe
compulsoriamente para que revejamos a nossa vida…
Isto é um princípio da natureza.

Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado…
Isto é circunstância.

Solidão é muito mais do que isto.

Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos
e procuramos em vão pela nossa alma.


Francisco Buarque de Holanda

45 comentários:

Isabel-F. disse...

gosto imenso deste poema ...


foi bom relê-lo ...

espero que a tua recuperação continue dentro do melhor possível...


beijinhos

peciscas disse...

Conheci o Chico, quando ele, ainda muitojovem, veio ao Porto, integrado no Tatro de Estudantes da Universidade Católica de S. Paulo, com um espectáculo que me marcou para toda a vida : "Morte e Vida Severina". Ele fez a música da peça.
A partir daí, nunca mais o perdi de vista.
É um artista de corpo inteiro.
Romântico mas combativo.
Sensível mas determinado.
Introspectivo mas atento.
Popular mas sempre ao lado das causas da justiça, liberdade, solidariedade.

Santhiago Ramirez disse...

Concordo. Solidão, ao fim das contas, é uma doença e, quando nos ataca, consome-nos a alma.
Lindo excerto.
Beijos carinhosos do Thiago

Odele Souza disse...

Adoro este texto do Chico. E como escreve bem o nosso Chico!

E quero te dizer que acabou o problema que eu tinha para entrar em teu blog por falta de memória no meu computador. A partir de hoje estou com novo equipamento e passarei mais vezes por aqui para "conviver" mais contigo, de quem gosto muito.

E MUITO OBRIGADA pela adesão ä Blogagem Coletiva de Flavia.

Sophiamar disse...

Um poema de um poeta maior. Solidão, um problema tão grave e tão bem definido por Chico Buarque. E há tanta gente que se sente sozinho no meio da multidão!

Beijinhos

Jorge P.G disse...

Concordo com esta visão do Chico Buarque, num texto que desconhecia de todo.
A solidão só existe dentro de nós mesmos.

Um abraço e que a total recuperação esteja próxima.

elvira carvalho disse...

Então amiga? Parece que andamos as duas com o astral em baixo. Também andei lendo este texto há dias.
Deveria ser proibido ter problemas de saúde de Verão, com este sol tão bonito lá fora...
Um abraço e anime-se. Amanhã é feriado.

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Anamarta, belo poema...Bela descrição da solidão...
Beijos

lagartinha disse...

Solidão é um veneno, mas há sempre alguém que tem o antídoto.
Um beijinho

mundo azul disse...

...sim! Solidão não é o estar sozinho, mas, o perder o rumo para nós mesmos...

Esse texto, que me parece não ser do Chico, apesar de rodar na Internet como sendo dele... Não tem nada do estilo do compositor...

Beijos de luz e uma semana muito feliz!!!

Meg disse...

Anamarta,
Solidão é quando nos perdemos de nós mesmo, independentemente de estarmos ou não acompanhados.
Por lapso talvez, este poema é muitas vezes atribuído ao Chico Buarque de Holanda, mas a autora é Fátima Irene Pinto.
http://www.fatimairene.com/poesia/solidao.htm
Deixo a rectificação porque já em tempos aconteceu o mesmo com textos que circularam na net atribuídos a Gabriel Garcia Marquez.
Espero que já tudo esteja bem contigo.
Um abraço

lagartinha disse...

Passei só para deixar uma beijoca.
Fuuuiiii

Carminda disse...

Ana,
Nada pior que a solidão no meio da multidão.
De vez em quando sabe-me bem estar sózinha, mas mesmo sem ninguém por perto.:)

Beijos

LopesCa disse...

É isso mesmo e sem alma não temos norte.

Jorge P.G disse...

Pois é, Ana MArta, também já fuiapanhado nestas ratoeiras da Blogosfera.

O seu a seu dono: O poema, belíssimo, é da paulista Fátima Irene Pinto (curioso que Irene Pinto era o nome de solteira de minha avó aterna).
Grande artista brasileira, pois também foi música até aos 30 anos, como se pode ler no seu site:
"Foi também musicista, tocando vários instrumentos e participando de vários conjuntos, tempo que considera um dos mais felizes de sua vida. Tocou dos dez aos trinta anos, atividade que acabou abandonando pelas contingências da vida, mas guarda desta época as mais doces recordações. Algumas de suas poesias são, na verdade, letras de canções que compôs ao longo dos anos."
Aí está como fomos levados! Acontece a todos, minha amiga.

Um abraço e a recuperação total da sua lesão.
Jorge P.G.

Odele Souza disse...

Passei pra te deixar um abraço.

looking4good disse...

Xico Buarque é Um poeta! Como disse Salvatore Quasimoto «Poetry is the revelation of a feeling that the poet believes to be interior and personal, but which the reader recognizes as his own» (Salvatore Quasimodo). Pois eu gostaria de ter escrito isso. Votos de melhoras de um bom fim de semana :)

elvira carvalho disse...

Passei por aqui. Deixo um abraço e votos de que tudo esteja bem

elisabetecunha disse...

ANAMARTA

Perfeita conclusão do Chico ,em?

Espero que esteja bem querida!


abraços!

elvira carvalho disse...

Passei por aqui. Na ausência de novidades deixo um abraço e votos de bom fim de semana.

Sophiamar disse...

Passei para te desejar um bom fim de semana e deixar um beijinho.

Jorge P.G disse...

Um abraço e os desejos de que tudo esteja a melhorar na sua estrada da vida.

Do Sineiro, com amizade.

elvira carvalho disse...

Passei. Deixo um abraço e votos de melhoras para as duas.

Meg disse...

Desejo que a tua recuperação esteja a ser efectiva, em mais uma breve passagem à procura de novidades.
Deixo-te um abraço e votos de melhoras.

Jorge P.G disse...

Que tudo esteja a decorrer pelo melhor!

Um abraço.
Jorge P.G.

Paradoxos disse...

te espero em breve desfrutando de uma óptima e saudável saúde.
beijinhos teus amiga Ana

samuel disse...

O Chico tem este condão de acertar... em cheio.

Abreijos

Sophiamar disse...

Vim deixar-te um beijinho e o desejo de que a saúde esteja, pouco a pouco, a regressar.
Estou contigo, querida amiga.

Força!

Isabel-F. disse...

Olá AnaMarta,

Como vais?

Espero que a tua ausência não seja devida a algum retrocesso na tua recuperação ...

beijinhos e boa semana

CARLOS VEIGA disse...

Adorei e concordo plenamente com esta definição de Solidão, é bastante interessante! A verdadeira solidão, como nos define o autor é muitas vezes confundida com outro tipo de circunstâncias... Acho que a solidão é um estado de completa despersonalização, em que se procura a essência do que fomos e do que somos, em que não há a capacidade de nos encontarmos e projectarmos na abstracção do futuro... E não nos projectamos nem muito menos nos identificamos, porque nessa condição não somos pura e simplesmente...

Beijinhos ;)

Sophiamar disse...

Passei para deixar beijinhos e dizer que não te esqueço.

Um abração

lagartinha disse...

Vim dizer olá, mas estou a estranhar a ausência aqui...tudo bem, espero...
Beijinho

Isabel-F. disse...

passei para te deixar um beijinho

elisabete cunha disse...

Ana Marta

Como está vc?

Abraços!

Carminda Pinho disse...

Ana,
espero que esta ausência se deva a férias, ou coisa no género.
Vou passando...

Beijos

lagartinha disse...

Vim deixar um beijinho.

ASPÁSIA disse...

ANA MARTA

PASSO A DEIXAR UM BEIJINHO E VOTOS QUE A SUA SAÚDE E DOS SEUS ESTEJAM A RECUPERAR.

Meg disse...

Anamarta,

Longa ausência que espero não esteja relacionada com um agravamento do estado de saúde.
As melhoras num abraço

Jorge P.G disse...

Ana Marta:

Mais uma vez aqui deixo o meu abraço e desejos de que o sol possa em breve voltar a brilhar, a pouco e pouco.

lagartinha disse...

anamarta
Passei de novo para deixar um beijo.
Espero que regresse rápido.

lagartinha disse...

anamarta
Só a conheci nesta coisa dos blogues, mas estou a ficar preocupada...por onde anda???
Um beijinho e lembre-se que mesmo virtual, tem aqui uma amiga.

Meg disse...

Anamarta,

Força, coragem...

e um abraço

Isabel-F. disse...

Anamarta,

Fica um beijinho para ti, com os desejos que tudo esteja a correr pelo melhor,

peciscas disse...

Sabendo das razões da tua ausência, passo apenas para deixar um beijo solidário.

elisabete cunha disse...

ANA

ESPERO QUE ESTEJAS BEM!!!